Seu navegador não suporta ou está com o JavaScrip desabilitado, por conta disso, pode ocorrer falhas nesse site.

Segundo levantamento do maior portal de carreiras do país, VAGAS.com, 52% dos trabalhadores brasileiros já enfrentou situações de assédio moral ou sexual no trabalho. Desses, 54,4% são mulheres e 45,6% são homens. O levantamento mostra ainda que entre as duas situações 87,5% das vítimas não denunciam o caso.
Piadas, agressões verbais ou gritos constantes são considerados assédio moral. Esse tipo de agressão corresponde a 47,3% dos que declararam passar pela situação.
Sedução, olhar abusivo e propostas indiscretas são casos chamados de assédio sexual, somando 9,7% dos casos totais.

As instruções para quem sofre assédio no trabalho são:

  • Procure ter testemunhas para comprovar a acusação;
  • Anote com detalhes as humilhações sofridas como, por exemplo, a data, o local e o tipo de assédio que aconteceu;
  • Dê visibilidade ao fato;
  • Evite ficar sozinho no ambiente de trabalho.

Se você é vitima de qualquer tipo de assédio, procure a justiça e denuncie o caso o mais rápido possível.
Lembrando que, para ser considerado assédio moral, as situações constrangedoras precisam ocorrer por um tempo prolongado. Já no assédio sexual, basta uma vez para que se torne um caso grave.

Sofri assédio no trabalho, o que fazer?

Se você vivenciou essa triste situação, saiba que você tem direitos e mecanismos de proteção para que você leve adiante uma denúncia sobre assédio sexual, moral ou qualquer outro tipo. Conte com um profissional de confiança para entender a situação e dar as devidas orientações. Consulte a Monteiro & Valente aqui.

Mais Notícias

Quem abandona o lar perde o direito à pensão alimentícia? Quem abandona o lar perde o di... 19 de maio

Pelo Código Civil, o casamento estabelece comunhão plena de vida, com base na igualdade de direitos e deveres dos...

Perco a guarda dos meus filhos se eu abandonar meu lar? Perco a guarda dos meus filhos... 19 de maio

Colocar fim a um relacionamento nem sempre é uma decisão fácil para os cônjuges. Quando o casal tem filhos...

Entenda a divisão de pensão por morte em caso de duas uniões estáveis Entenda a divisão de pensão ... 19 de maio

Entenda a divisão de pensão por morte em caso de duas uniões estáveis