Seu navegador não suporta ou está com o JavaScrip desabilitado, por conta disso, pode ocorrer falhas nesse site.

O senado sancionou em junho de 2015 o projeto de lei que regulamenta a mediação. Essa é uma forma mais rápida de solucionar os conflitos por meio da negociação entre as partes, sem que os envolvidos precisem ir à justiça.

A mediação é utilizada para casos de família que não sejam direitos intransponíveis, ou seja, a guarda, a filiação, a interdição. A mediação pode resolver também casos patrimoniais, de condomínio ou problemas do dia a dia.

O texto da lei regulamenta as modalidades de mediação judicial (recomendada pelo juiz) e extrajudicial (por convite de uma parte à outra).

Na mediação, um mediador tenta facilitar a negociação para que os dois lados saiam ganhando. Dessa forma, não é necessário esperar na fila dos 100 milhões de processos que aguardam julgamento tribunal brasileiro.

Mais Notícias

Monteiro & Valente - Advogados Associados - Saiba quais são os direitos dos herdeiros Saiba quais são os direitos d... 27 de setembro

Não são raros os desentendimentos entre herdeiros quando o assunto é a divisão de bens de um falecido.  As...

Monteiro & Valente Advogados - Usufruto 6 Informações importantes so... 26 de setembro

O usufruto, termo originário do latim usus fructus (uso dos frutos), é uma forma jurídica muito usada para as...

Aposentadoria durante a Pandemia Veja as regras para o pedido d... 12 de setembro

A pandemia do coronavírus provocou a interrupção no atendimento presencial aos segurados e beneficiários nas agências do INSS (Instituto...