Seu navegador não suporta ou está com o JavaScrip desabilitado, por conta disso, pode ocorrer falhas nesse site.

Tem uma pessoa devendo para mim. O que devo fazer?

Monteiro & Valente - Advogados Associados - Tem uma pessoa devendo para mim. O que devo fazer?

O mundo dos negócios às vezes se torna complicado devido aos famosos ‘atrasos de pagamentos’. Algumas medidas podem ser tomadas quando uma pessoa está te devendo.

Antes de realizar qualquer ação, é importante que você entre em contato com a pessoa, relembre a dívida e tente um acordo. Caso não seja resolvido dessa maneira, existem alguns caminhos.

Primeiramente você deve protestar o valor da dívida, ou seja, colocar a pessoa em um banco de dados de inadimplentes. Ela será informada e deverá pagar o valor em aberto.

Caso não se resolva, você deve entrar com uma ação. Dependendo do valor, não é necessário a contratação de um advogado, pode-se utilizar a justiça gratuita através do Juizado Especial de Pequenas Causas.

Se a situação continua complicada e se estende por mais tempo, deve-se contratar um advogado para que ele entre com uma ação de execução para solicitar o pagamento da dívida.

O juiz, ao tomar conhecimento do caso, solicitará a quitação da dívida em até 72 horas. Se não for realizada, as medidas tomadas serão diferentes e causarão problemas, como bloqueio bancário, de imóveis e judicial.

Caso ainda tenha alguma dúvida, queira saber mais ou tenha alguma sugestão, coloque nos comentários e siga-nos nas redes sociais para mais conteúdos como esse.

Tem uma pessoa devendo pra mim. O que devo fazer?

Monteiro & Valente - Advogados Associados - Tem uma pessoa devendo pra mim. O que devo fazer?

A dívida é uma situação mais comum do que parece. Mas não por isso, menos desconfortável. Para ressarcir valores em débito com uma outra pessoa física, existem três caminhos possíveis:

1º Cobrar e negociar pessoalmente

Não tenha dúvida de que, antes de qualquer coisa, você deve ligar para essa pessoa conversar com ela e de alguma forma tentar resolver. Isso evitará dores de cabeça com processos judiciários para ambos os lados, já que, muitas vezes, o problema pode ser facilmente resolvido com um simples lembrete. Nem todo caso de dívida acontece por má-fé. Lembre-se disso!

2º Protestar o título

Se dessa primeira forma o problema não for resolvido, você deve protestar esse título. O protesto é lavrado no Tabelião e por isso torna pública a inadimplência. Isso vai colocar o nome da pessoa na lista dos inadimplentes e impor a ela algumas restrições.

3º Ação judicial

Se dessa forma você também não conseguiu o restabelecimento, pode ingressar com uma ação. Dependendo do valor, não é necessário nem mesmo gastar com o judiciário, já que existe a opção de ir pela justiça gratuita e pelo juizado especial de pequenas causas.

Mas em algumas situações, você precisará de um advogado para ingressar com a ação e pedir os seus direitos.

Logo que o juiz tomar conhecimento, após 72 horas, vai pedir pra que esse devedor pague. Se isso não acontecer, as próximas medidas serão o bloqueio bancário, bloqueio judicial, bloqueio de imóveis. Isso vai forçar o inadimplente a agir com celeridade.

Esclarecida a dúvida? Se ainda ficou alguma ou se você tem uma sugestão, coloque em nossa seção de comentários!